sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Reserva de Emergência

  Boa noite aos amigos da Finansfera, vou fazer um post rápido sobre esse assunto que acredito ser um dos pontos mais negligenciados pelos investidores no geral (me incluo nisso).

  Pro pessoal que não acompanha o blog, mensalmente estou economizando em torno de 300 reais do meu salário e mando pra corretora pra comprar ações, o restante mando pra poupança e fico acumulando lá, mantenho em torno de 3k na poupança, quando chega a 4k  mando 1 pra corretora, de maneira que a poupança se mantenha nessa faixa dos 3k.

   É muito pouco, eu sei, e já me questionaram quanto a isso aqui no blog e a resposta por eu ter tão pouco dinheiro em reserva é basicamente o seguinte: Vivo em sistema de internato, tenho casa, comida e roupa lavada bancado pelo exército, assim como assistência médica e odontológica. Meus gastos mensais são com materiais necessários para eu me manter no curso e passagens aéreas para ir visitar a família nos feriados. Partindo desse ponto, um dos únicos problemas que poderiam me acontecer, seria o governo parar de pagar o soldo, algo praticamente improvável, ou eu precisar comprar uma passagem ida e volta pra casa da noite pro dia, o que me custaria em torno de 1,5k.

  O que eu quero dizer com esse post é basicamente o seguinte: Não existe formula do bolo pra definir aporte, reserva, quantias em RF ou RV. Cada um possui necessidades diferentes, vive em realidades diferentes.

 Se você, diferente de mim, tem uma vida "normal" (fora do internato), acredito que um bom pontapé inicial para um reserva que proporcione certa tranquilidade gire em torno de 6 a 12 meses de contas pagas. Desta forma, caso necessite de dinheiro rápido para uma viagem, cirurgia, acidente, etc... não vai correr o risco de ter de se submeter a empréstimos com juros absurdos ou vender seus ativos as pressas e em muitos casos no prejuízo. 
  
  Portanto uma boa dica pra quem está começando a acumular dinheiro é: Comece por sua reserva e certifique-se de que ela condiz com a sua realidade, determinados ramos de trabalho passam por períodos de escassez muito mais longos e intensos que outros, neste caso o indivíduo que pertence a este grupo pode necessitar de uma reserva maior para se sentir seguro.

  Forte abraço aos amigos leitores e bons investimentos.


3 comentários:

  1. Reserva de emergência é super importante, e irei dar início a construção da minha.

    ResponderExcluir
  2. Super importante. A maioria das pessoas não tem nem reserva de emergência, que dirá investimentos.

    ResponderExcluir
  3. Ótimo post. Bom saber dimensionar a reserva de emergêngia. Tbm estou para fazer um sobre isso, uma vez que também não tenho tanta necessidade de uma reserva grande.

    ResponderExcluir